61 3711-7106

Assine nossa Newsletter

Entrada Inválida

 

 

Aperfeiçoador de Vidas

Temos sido repetidamente advertidos de que o caráter da educação corrente no mundo não pode resistir à prova da Palavra de Deus. O assunto da educação é daqueles que devem interessar a todo adventista do sétimo dia. O Senhor nos diz: Os adventistas do sétimo dia não se devem submeter ao conselho e instruções de professores que não conhecem a verdade para este tempo. O moldar e afeiçoar o espírito não deve ser confiado a homens que não compreenderam a importância do preparo para aquela vida que se compara com a vida de Deus.

Alguns de nossos professores têm-se encantado com os sentimentos de autores infiéis. Em uma apresentação que me foi feita, vi alguém segurando um desses livros, e recomendando-o a nossos professores como um livro do qual se tiraria real proveito no sentido educativo. Outro tinha nas mãos livros de natureza inteiramente diversa. Esse colocou a mão sobre o que recomendara o autor infiel, e disse: "Conselho como o que deste está abrindo a porta a Satanás com seus enganos, dando-lhe fácil entrada em vossa escola. Esses livros encerram sentimentos que os alunos devem ser instruídos a evitar. O espírito humano é facilmente atraído por estudos que induzem à infidelidade. Tais livros produzem na mente dos alunos desagrado pelo estudo da Palavra de Deus - que é vida eterna para todos os que lhe seguem as instruções. Esses livros não devem ter entrada em qualquer escola em que a juventude esteja sendo ensinada a ser discípula do maior dos mestres."

Em voz solene, continuou o que falava: "Acaso encontrais nesses autores coisa que possais recomendar como essencial à verdadeira educação superior? Teríeis a ousadia de recomendar o estudo desses autores a alunos que ignoram seu verdadeiro caráter? Hábitos errôneos no pensar, uma vez adotados, tornam-se um poder despótico que prende a mente como uma garra de aço. Se muitos dos que receberam e leram esses livros, nunca os houvessem visto, mas aceitado as palavras do divino Mestre em seu lugar, estariam muito além de onde agora se acham no conhecimento das divinas verdades da Palavra de Deus, que tornam o homem sábio para salvação. Esses livros têm levado milhares para onde Satanás conduziu Adão e Eva - a um conhecimento que Deus lhes proibiu adquirir. Por meio de seus ensinos, alunos se têm desviado da Palavra do Senhor, voltando-se às fábulas."

Fui instruída a dizer aos alunos: Elevai-vos na busca de conhecimento, acima da norma estabelecida pelo mundo; segui por onde Jesus tem guiado. E aos professores, eu quero dizer: Acautelai-vos, não semeeis as sementes da incredulidade em mentes e corações humanos. Purificai-vos de toda contaminação da carne e do espírito. A suprema glória dos atributos de Cristo, é Sua santidade. Os anjos se inclinam diante dEle em adoração, exclamando: "Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-poderoso." Apoc. 4:8. Declara-se a Seu respeito que Ele é glorioso em Sua santidade. Considerai o caráter de Deus. Contemplando a Cristo, buscando-O com fé e oração, podeis tornar-vos semelhantes a Ele.

A norma de educação em nossas escolas é rebaixada logo que Cristo deixa de ser o modelo de professores e alunos.

Os mestres devem compreender que sua obra não se limita ao conhecimento contido nos livros escolares; cumpre-lhe alcançar mais alto a essa obra, muito mais alto do que está atingindo. Um curso de disciplina do próprio eu os deve educar, formando-lhes o caráter à semelhança divina. O eu é difícil de morrer; mas quando os professores possuírem aquela sabedoria que vem do alto, discernirão o verdadeiro objetivo de nossa obra educativa, e se farão reformas que proporcionarão aos nossos jovens o preparo em harmonia com o plano de desenvolvimento elaborado pelo Senhor.

Professores, extirpai de vossas conversações tudo quanto não seja da mais elevada e melhor qualidade. Mantende perante os alunos unicamente os sentimentos que forem essenciais. Nunca deveriam os médicos, pastores e professores prolongar os discursos a ponto de o alfa ficar esquecido em longas exposições que não têm nenhum proveito. Quando assim se faz, a mente é assoberbada por uma quantidade de palavras que não pode reter. Sejam os discursos breves e concisos. Conserve-se o espírito aprazível e puro, e aberto à primeira lei do reino: "Amarás ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento e ao teu próximo como a ti mesmo." Luc. 10:27. Se as pessoas que desempenham uma parte no preparo da juventude deixarem muita coisa por dizer, e apresentarem aos alunos a importância dos princípios que eles devem obedecer a fim de terem a vida eterna, ver-se-á uma obra de verdadeira reforma. Conselhos aos Pais Professores e Estudantes, 401-403